Palmeiras vence o Cuiabá por a 1 a 0 no Allianz Parque e retoma a liderança do Campeonato Brasileiro.

0

UOL – O Palmeiras venceu o Cuiabá por 1 a 0, na noite de hoje (18), no Allianz Parque, pela 17ª rodada do Brasileirão. O gol foi marcado por Gabriel Veron, pivô de polêmica e multado pelo clube na semana passada, mas que ganhou voto de confiança do técnico Abel Ferreira.

Com o resultado, o Verdão voltou a se isolar na liderança do torneio nacional, chegando a 33 pontos; o segundo colocado é o Atlético-MG, com 31. Já o Cuiabá parou nos 19 pontos e ocupa a 15ª colocação.

O Verdão volta a campo na quinta-feira (21), às 20h, quando visita o América-MG, na Arena Independência. O Cuiabá entra em campo no mesmo dia, uma hora mais cedo, às 19h, quando recebe o vice-líder Atlético-MG na Arena Pantanal.

A primeira etapa foi marcada pela dificuldade do Palmeiras em furar o bloqueio do Cuiabá. O Verdão até deu trabalho para o goleiro Walter, mas criou menos do que costuma fazer jogando em casa. O gol da vitória veio apenas na segunda etapa. Mayke ganhou dividida pela direita, avançou pelo meio e lançou ótima bola em profundidade para Gabriel Veron. O jovem atacante avançou sozinho nas costas das zaga, invadiu a área e deu um tapa de esquerda no canto esquerdo, tirando de Walter: 1 a 0.

Melhor ataque do ano, o Verdão chegou ao 100º gol na temporada 2022 com o tento anotado por Gabriel Veron. O artilheiro do ano é Raphael Veiga, com 19 gols, com Rony logo atrás, com 18. Scarpa completa o ‘pódio’ com oito gols. O Alviverde tem o ataque mais efetivo no Brasileirão, com 28 gols.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 1 x 0 CUIABÁ

Competição: Campeonato Brasileiro – 17ª Rodada

Data: 18 de julho de 2022 (segunda-feira)

Horário: 20h (de Brasília) Local: Allianz Parque, em São Paulo

Árbitro: Anderson Daronco (RS)

Assistentes: Michael Stanislau (RS) e Lucio Beiersdorf Flor (RS)

VAR: Rodrigo Nunes de Sá (RJ)

Cartões amarelos: Gustavo Gómez, Atuesta e Murilo (PAL); João Lucas (CUI)

Gol: Gabriel Veron (PAL), aos 5 minutos do segundo tempo

Fonte: https://odocumento.com.br/

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui